<$BlogRSDUrl$>

trato-me por tu


You don't even know me - use your illusion: trato_meportu@hotmail.com

sábado, outubro 25, 2003

DETENÇÃO

A claridade da manhã é densa e soabre-se lentamente, embutida na névoa, o elegante espartilho da criação. Libertando-se aos poucos, a luz prossegue até entrar em casa esquivando-se das cortinas e dá aos interiores, objectos e móveis a quietude do que dorme e não sonha, a paralisia. As sombras acentuam-se num declive melancólico. Tudo pronto num cenário de partida.

Mais valia matar-me a acordar nestas manhãs o resto da vida. Nestas manhãs de silêncios pardos e luzes imprecisas. Será o meu espírito ainda adormecido, ou são verdadeiras as composições que aprecio nesta hora de viagem? Levarei comigo feito refém um fantasma indisposto, niquento e carrancudo que me acordará de noite porque quer revolver-se no escuro?

0 Comments:

Enviar um comentário


M83
Farewell, goodbye

This page is powered by Blogger. Isn't yours?