<$BlogRSDUrl$>

trato-me por tu


You don't even know me - use your illusion: trato_meportu@hotmail.com

quinta-feira, maio 20, 2004

IT WILL ASTOUND YOU



Change your heart, look around you
Change your heart, it will astound you
I need your loving like the sunshine
And everybody's gotta learn sometime
Everybody's gotta learn sometime
Comments:
Para ti:


Entre o querer e o ser dúvidas se afogam
P'la onda que atropela as próprias lágrimas;
Irrita o sol secante dos que logram
Fingir nessa verdade as suas lástimas.
Entre o querer e o ser as diferenças moram
E a assunção nos aproxima das máquinas,
'inda longe porquanto saciáveis
Lentos nesse mundo de apaixonáveis.




albertovelasquez.blogspot.com
 
Será que os Korgis afinal fizeram um tema eterno ? Como não me desaparece do ouvido interno, talvez seja assim. Mas será que o ouvimos da mesma maneira ? Ah como eu gostava de sentir como o ouves e dar-te a sentir o como o ouço !
 
Francisco, como eu gostava de ouvir irromper, no meio da note, as primeiras notas desta música...
Como seria? Que ruídos, que sons, que músicas se ouviriam antes e depois?
Mas, realmente, é o barulho do coração que importa. E o essencial é invisível, pelo menos para os nossos olhos.
Abraço grande
 
Enviar um comentário

3 Comments:

Para ti:


Entre o querer e o ser dúvidas se afogam
P'la onda que atropela as próprias lágrimas;
Irrita o sol secante dos que logram
Fingir nessa verdade as suas lástimas.
Entre o querer e o ser as diferenças moram
E a assunção nos aproxima das máquinas,
'inda longe porquanto saciáveis
Lentos nesse mundo de apaixonáveis.




albertovelasquez.blogspot.com

By Blogger Velasquez, at 9:58 da tarde  

Será que os Korgis afinal fizeram um tema eterno ? Como não me desaparece do ouvido interno, talvez seja assim. Mas será que o ouvimos da mesma maneira ? Ah como eu gostava de sentir como o ouves e dar-te a sentir o como o ouço !

By Blogger Francisco, at 2:44 da manhã  

Francisco, como eu gostava de ouvir irromper, no meio da note, as primeiras notas desta música...
Como seria? Que ruídos, que sons, que músicas se ouviriam antes e depois?
Mas, realmente, é o barulho do coração que importa. E o essencial é invisível, pelo menos para os nossos olhos.
Abraço grande

By Anonymous Anónimo, at 9:02 da tarde  

Enviar um comentário


M83
Farewell, goodbye

This page is powered by Blogger. Isn't yours?