<$BlogRSDUrl$>

trato-me por tu


You don't even know me - use your illusion: trato_meportu@hotmail.com

quarta-feira, abril 20, 2005

WHILE MY GUITAR GENTLY WEEPS

Muitos acreditam que a Verdade pode estar, desde há séculos, nas escrituras sagradas hindus, na forma de versos.
No início era o som - Shruti, que os Rishis escutavam e registavam como "os sons cósmicos da Verdade".

"Espreita nos crepúsculos de Turner, no olhar de uma mulher, na antiga cadência do hexâmetro, na ignorante aurora, na lua do horizonte ou da metáfora."

Borges avisa e ainda nos afastamos.

Estarei a ver bem? A ouvir bem? Perscrutei o essencial?
Só me apercebo do ontem e de um ápice.



J. M. W. Turner, The Lake of Geneva with the Dent d'Oche: tending the vines, 1841

A ouvir "The point of it all", de Christian Fennesz. À espera da guitarra mansa. Mansinha.

0 Comments:

Enviar um comentário


M83
Farewell, goodbye

This page is powered by Blogger. Isn't yours?